Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Topo Rede para o constitucionalismo democratico latinoamericano
JULHO 2013

Manifesto da Rede em defesa da democracia já tem mais de trezentas assinaturas

O documento, intitulado "ABRAÇA BRASIL! Em defesa da Democracia e do Brasil! Abracemos todos juntos o Brasil!", subscrito por coordenadores, membros e simpatizantes da Rede para o Constitucionalismo Democrático recebeu mais de trezentas adesões vindas do Brasil e do exterior.

O Manifesto da Rede para Constitucionalismo Democrático Latino-Americano no Brasil em defesa de democracia foi lançado em março de 2016, tendo por título "ABRAÇA BRASIL! Em defesa da Democracia e do Brasil! Abracemos todos juntos o Brasil!".

Ele foi elaborado por coordenadores da Rede e segue recebendo adesões por meio do link: http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR89188

Mais de trezentas pessoas já manifestaram adesão ao documento. Para saber quem já subscreveu, basta clicar aqui.

O documento contou com apoios dentro e fora do Brasil. A professora Cristiane Derani, da Universidade Federal de Santa Catarina ao subscrever o texto considerou que "As instituições democráticas são uma conquista sedimentada  pela Constituição da República de 1988. Como cidadãos e como juristas temos o dever de defende-la e exigir o seu cumprimento. Ilegalidades devem ser combatidas no judiciário. A ofensa aos direitos fundamentais duramente conquistados deve ser repudiada por quem ama a república e a igualdade de absolutamente todos".

Por sua vez, a professora Edma José Reis, da Universidade Federal de Goiás disse que "Assino por concordar com a análise do grupo de professores  e também por essa iniciativa ser uma ação esclarecedora de um posicionamento político-jurídico necessário à manutenção do Estado democrático de direito e uma sociedade civil pacificada em busca da consolidação de uma democracia substantiva".

O professor e juiz da Costa Rica Walter Antillón Montealegre manifestou apoio ao documento, consignando que "Tenemos que desplegar toda nuestra energía y nuestra inteligencia para derrotar esta oleada de violencia desestabilizadora que el imperialismo norteamericano ha desatado contra los procesos latinoamericanos del Socialismo del Siglo XXI.  Me sumo resueltamente a esta iniciativa  en mi condición de ciudadano y como miembro de la Red Costarricense para el Constitucionalismo Democrático".

O professor Jaime Cárdenas Gracia, da Universidade Nacional Autônoma do México, também enviou seu manifesto: "Estoy a favor porque creo que existen intereses oligárquicos que buscan destruir los fundamentos sociales del constutucionalismo y de la democracia brasileña".

A Coordenação da Rede considera de extrema importância as adesões recebidas e conclama seus membros e a comunidade a divulgarem e subscreverem o manifesto.

Todas las páginas Volver